Conquistar minha vaga de desenvolvedor júnior

Pesquisando vagas para desenvolvedor frontend web júnior, encontrei diversos processos em aberto. Nesse artigo, vou listar os pontos em comum e os principais pontos que me chamaram atenção para me capacitar e conquistar a vaga. E como construir experiência quem está no início da jornada.

Primeiro ponto que acredito ser interessante destacar é o que entendo sobre a caminhada de aprendizado em se tornar programador.

Iniciando do zero na área, partimos como estudante de programação, onde estamos construindo conceitos, fundamentos e fazendo os primeiros tutoriais e testes. Nesse etapa, acredito que o foco é criar identidade nas redes sociais, montar um linkedin, um perfil no github, fazer as principais apresentações no youtube por que muitas empresas estão usando dessa estratégia.

Depois de alguns tutoriais concluídos, testes de fundamentos realizado e alguns processos seletivos feitos, acredito que pode-se dizer que é um desenvolvedor júnior.

Acredito que daí em diante, as experiências, as graduações, e networks te colocaram em outros degraus. Mas acho que esse início é o mais confuso.

Seguindo para o tema principal do artigo, vamos aos requisitos das vagas.

Requisitos para dev web júnior

Li a descrição de trinta vagas diferentes e em todas elas, os seguintes itens estavam em todas como requisitos.

Experiência em Javascript, CSS, HTML
Conhecimento de controle de versões utilizando Git

E os seguintes itens estavam em todas como diferencial.

Experiência em React
Node.JS e Express.JS

Acredito que partindo desses pontos, construir umas três aplicações a partir de tutorial, uma sozinho, cobrindo funcionalidades principais, como crud, banco de dados, autorização, autenticação, rotas, localstorage e algum outro detalhe como diferencial, adicionado a alguns testes no HackerRank são uma boa experiência e forma de se apresentar a vagas nesse início de formação de carreira.

Construir experiência

Acredito que seguindo um curso da sua preferência e gerando projetos e códigos em perfil de ferramentas, é possível demonstrar experiências em entrevistas.

Segue o hack que acredito formar uma rotina interessante para estudar, treinar e construir experiência desde o início.

Um perfil no Hacker Rank para treinar código

Um perfil no linkedin para construir network e demonstrar seu histórico profissional e acadêmico. E lógico, candidatar-se a vagas e se dedicar a processos seletivos.

Um perfil no github para demonstrar os projetos a partir de estudos e contribuições, além ser possível mostrar a consistência nos estudos.

Um perfil no medium para construir resumos e explicações de temas que está estudando, tanto uma forma de reforçar os estudos resumir para revisões futuras, como também, uma forma de ensinar outros que estão a alguns passos atrás do seu momento atual.

Além desses pontos que citei, acredito que aprender interagir em comunidades para consultar para resolver problemas durante a codificação quanto contribuir para solucionar problemas que outros estão passando, segue algumas comunidades interessantes: Slack, StackOverflow e Discord.

E para conteúdos de estudo de conceitos e fundamentos, e também, tutoriais de aplicações, a Rocketseat.

Esse artigo ficou menor que os demais, mas a intenção é tratar situações mais específicas nesse tipo de tema técnico e prático. Tomara que tenha gostado, aplauda o artigo! Até o próximo artigo e ótimos códigos.

--

--

--

Developer Frontend Web — Javascript | ReactJS https://linktr.ee/douglasabnovato

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
douglasabnovato

douglasabnovato

Developer Frontend Web — Javascript | ReactJS https://linktr.ee/douglasabnovato

More from Medium

Choices: A React-Redux Horror Game (Part 2)

Internal Representation of Objects in JS

Creating editable items in React with Sinatra backend

What the hell is a sparse array (in JavaScript) and why might it matter?